segunda-feira, 23 de março de 2009

Just a Festa - Radiohead, Kraftwerk e Los Hermanos

Aconteceu ontem (22/03), na Chácara do Jóquei, em São Paulo, o tão esperado festival Just a Fest que reuniu 3 grandes bandas: os brasileiros do Los Hermanos, os alemães do Krafwerk e os ingleses, tão aguardados, do Radiohead, com a presença de 30 mil pessoas.

O Los Hermanos abriu o festival com grande competência, agradando bastante aos fãs que aguardavam ansiosamente pela única apresentação, especial para o festival, após a separação do grupo, levando seu público fiel ao delírio logo nas primeiras notas de Todo Carnaval Tem Seu Fim (música de abertura do show).
A banda brasileira só pecou na metade do show, quando tocou músicas mais sonolentas, mas se redimiu levantando o público com uma sequência de 6 hits para nenhum fã botar defeito, começando com O Vencedor, passando por Retrato Prá Iaiá, surpreendendo com Casa Pré-Fabricada, Último Romance, Sentimental e fechando em grande estilo com A Flor.

Depois foi a vez dos avós da música eletrônica, o Krafwerk, se encarregar de animar o público.
Os pioneiros da música eletrônica, nos anos 70, mostraram diversos clássicos, como Autobahn, Trans-Europe Express, The Model e The Robots.
Destaque para a apresentação que contou com diversos efeitos visuais com grande interação entra a música e o telão.
Apesar de grande parte do público não fazer idéia do que se tratava a banda, o Krafwerk conseguiu manter o respeito dos fãs de Radiohead e Los Hermanos, mostrando que apesar da idade, ainda estão em forma.

Por fim, o show mais esperado: Radiohead, que fez sua primeira apresentação no Brasil após 16 anos de espera dos fãs que entraram ao delírio logo na primeira música do show, 15 Step.
E o que foi esse show? Sem palavras para descrever. Os ingleses com certeza surpreenderam a todos os fãs apaixonados, extasiados, com uma apresentação memorável. Mas, com certeza, o público brasileiro também encantou a banda com um coro que mais parecia um backing vocal interminável de milhares de pessoas.
O Radiohead, por sua vez, retribuiu voltando ao palco por 3 vezes, com 3 Bis, totalizando 9 músicas extras, com um fechamento histórico com a música Creep, que fez milhares de fãs cairem em lágrimas, num lindo coro que certemente ficará na lembrança dos integrantes da banda.
O Los Hermanos e Krafwerk, na minha opinião foram nota 10, mas o Radiohead com certeza foi nota mil! Sem palavras. Parabéns para
a organização do show que não teve maiores problemas, com excessão do tumulto na hora da saída, o que nada ofusca o brilho do Just a Fest.


7 comentários:

  1. Deve ter sido massa o show, eu vo ir no do kiss daki duas semanas ^^ se puder da uma passadinha lah no meu blog http://theocho888.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Nossa, o assunto Radiohead domina os blog hoje, hehehehe





    Imagino que ver Kraftwerk ao vivo deva ser uma viagem no tempo...por isso tenho tanta alegria ao ver artistas com DÈCADAS de carreira. Só estes tiveram o que dizer.

    ResponderExcluir
  3. Bom, eu não gosto destas bandas. Tentei ouví-las, especialmente o Radiohead ( inclusive tenho CD's deles), mas não caiu no meu gosto.

    Mas pra quem gosta é sempre muito bom ver a banda de preferência ao vivo.

    abs!

    ResponderExcluir
  4. bandas enssaiconais..

    parabens pelo blog.
    minha prmieira vez aki
    xD~

    espero vc no meu blog.
    sera bm vind lá.
    abraço.

    www.bagageirodocurioso.spaceblog.com.br

    ResponderExcluir
  5. Pra quem curte, é ótimo. Um amigo foi só pra ver Los Hermanos.

    ResponderExcluir